Fragmente suas jogadas e tenha uma fase de rotas super consistente

Olá, tudo bem? Sou o Ezreal e hoje irei tratar de um assunto que a maioria dos players desconhece ou tem dificuldades em aplicar de forma prática e eficiente: Fragmentar suas jogadas em vários tempos

Em primeiro lugar, é importante pontuar que League of Legends é um jogo que embora você seja superior ao seu adversário em vários aspectos, você ainda terá de respeitar certas condições que o próprio jogo impõe. O exemplo mais básico trata-se da existência das torres. É muito comum jogadores que adquiriram uma certa vantagem sobre seus adversários morrerem em tentativas de dives, como resultado, sua vantagem é desperdiçada. No entanto, não se trata de evitar dives, mas sim de executá-los de maneira consciente e da melhor forma possível, pois é de conhecimento geral que um dive bem executado pode solidificar ainda mais toda a vantagem construída. 

Todo esse mindset é melhor imaginado no top, por conta de haver vários champions bruisers ou tanks, ou seja, personagens que conseguem aplicar dano e receber pouco dano. Ou até mesmo tankar entre 2 a 3 hits da torre sem sofrer tanto perigo. 

Mas é possível aplicar esse conceito nas demais lanes também, pois a ideia é a mesma: Ao invés de você investir todas as suas fichas (entenda essas fichas como recursos específicos do seu personagem – como stuns, poke, etc) em uma única jogada (famoso all in), você pode fragmentar sua jogada em tempos

Para ilustrar o que quero dizer de forma prática, pensei no exemplo do Gnar:

Estava analisando a partida de um aluno, em que ele estava jogando de Gnar contra um Darius, e mesmo quando ele ganhava as trocas (pokeando bem + transformação), ele tentava finalizar a jogada após já ter usado essas fichas. Resultado: Ele era solado, pois assim que seu momento de vantagem acabou, o do adversário começou. 

O que deve ser feito? Veja o exemplo a seguir:

Ao invés de concentrar toda a jogada em um único momento, sendo: 

Poke + transformação + continuar lutando até a morte (de um dos dois, pois as vezes até o errado dá certo, pois LoL é um jogo que envolve muitas variáveis, portanto, o que é errado pode ser compreendido estatisticamente).

Obs: Uma aplicação errada pode dar certo às vezes, o que varia é a proporção - Pode ser que de 10 aplicações, dê certo em 2 ou 4 tentativas, por exemplo. 

Tente fazer o seguinte:

Momento 1 - Pokear ao máximo na forma ranged e negar o máximo de dano possível com posicionamento/kitting. 

 Momento 2 - Transformação: não estenda muito as trocas nessa forma, você pode jogar o Q e tentar stunar, mas após isso recue e aguarde o novo ciclo. 

Obs: Nesse exemplo específico, caso você esteja no nível 6 ou mais, é possível tentar finalizar a jogada utilizando o combo com a ult. Todavia, lembre-se que se você tiver em mente a fragmentação de sua jogada, é possível realizar essa finalização a partir do próximo ciclo de momentos.

Momento 3 - Após ter ganho a troca, você deve finalizar a jogada na forma ranged, pois nessa forma você tem margem tanto para causar dano sem levar dano, como para fugir mais facilmente caso o jungler venha.

Ou, você pode renovar seu ciclo de momentos, com a diferença de que se você aplicou os conceitos anteriores corretamente, você terá aplicado mais dano do que seu oponente, portanto, as chances de sua finalização na próxima transformação terão uma maior margem de sucesso.

E assim você cria um ciclo positivo – Com a diferença de que o dano aplicado nesses primeiros momentos aumentará brutalmente sua chance de sucesso, pois é naturalmente mais seguro finalizar um oponente com 60%, 50% ou 40% da vida, ao invés de finalizar (em um ou dois momentos) um oponente com 100% ou 90%, como ocorreu no cenário do aluno. 

Fragmentação de jogadas - Campeão Melee

Para ilustrar ainda mais o conceito de fragmentação de jogadas, gostaria de trazer o exemplo de um personagem melee (curto alcance) que eu gosto muito, JaxQuem vai encarar o campeão? 

Para conseguir aplicar a fragmentação de jogadas, é preciso antes conhecer e compreender as fichas do respectivo personagem. Por exemplo, muitas pessoas pensam que jogar de Jax se resume a pular em cima do adversário e bater como se não houvesse amanhã (isso é verdade – em partes). Entretanto, se analisarmos as fichas do Jax, o que temos?

Passiva: Aumento temporário da velocidade de ataque em cada ataque feito (stackando até 8x).

Q – Salto em unidades aliadas ou inimigas.

W – Energização de auto attack e do Q (ótimo para cancelar a animação e bater mais, se combinado com o Q, também aumenta o dano).

E – Redução do dano de skills e negação total de auto-attack.

R – Passiva – Terceiro ataque em sequência energizado com dano mágico

Ativa – Ganho temporário de armadura e resistência mágica baseado no seu ataque.

O que é mais comum de se observar, são jogadores cometerem o mesmo erro de canalizar suas fichas em um único momento:

Momento 1 – Pular, ativar o E, ativar o W, ativar o R - bater bater bater (ad infinitum). 

Pode funcionar? Claro que pode! Mas perceba que o dano negado pelo seu E e o ganho de resistência mágica e armadura do R são temporários, após gastar essas fichas em uma única jogada, é possível que você seja severamente punido caso não tenha finalizado seu adversário.

Agora, se você aplicar o conceito de fragmentação de jogadas, veja o que acontece:

Momento 1 – Stackar dois ataques no minion – Pular e combar o terceiro hit energizado + W – Recuar negando o máximo de dano possível. 

Momento 2 - Stackar dois ataques no minion – Pular e combar o terceiro hit energizado + W – Ativar o E e prolongar a troca somente enquanto o E estiver ativo – Stunar e recuar.

Momento 3 - Stackar dois ataques no minion – Pular e combar o terceiro hit energizado + W – Ativar o E e prolongar a troca utilizando o ganho de defesa da Ult e o E – Finalizar a jogada caso seja possível OU -  Renovar o ciclo de momentos.

Tenha em mente que esse conceito se trata de uma forma segura e racional de aumentar sua margem de sucesso nas jogadas, o principal objetivo é ir mastigando a vida do adversário aos poucos, até chegar o momento em que a única escolha de seu adversário é dar recall ou ser morto por você.

 Após fazer uma fase de rotas mais sólida, procure sempre que possível impactar positivamente nas outras lanes. Como fazer isso? Aí seria um tema para um outro artigo.

Sobre as Runas

Procure utilizar runas que otimizem suas intenções ingame – Para isso, planeje seu jogo com antecedência, tente imaginar como será a lane, o mid game e o late game com base na composição de seu time e do adversário.

Sobre a Build

É normal ficarmos perdido as vezes sobre o que itemizar, por isso sugiro que você pesquise pelas builds de jogadores experientes utilizaram e analisar as diversas situações em que build X ou Z foi utilizada – Recomendo o Probuilds.  

Análise Completa

Desenvolvi este artigo baseado em uma Análise de Replay de um aluno. A Análise de Replay é um serviço oferecido pela ELOMAX, na qual um jogador profissional irá analisar seu replay e te dar um feedback completo sobre a partida, visando aperfeiçoar sua gameplay e ajudando a corrigir seus erros para que você consiga subir de elo. Em breve, espero trazer mais análises práticas. Até o próximo artigo! o/

Logo

Welcome to ELOMAX

Please, enter your e-mail/password to access your ELOMAX account.

League of Legends is a registered trademark of Riot Games, Inc. We are in no way affiliated with, associated with, or endorsed by Riot Games, Inc.